A Primeira Guerra Mundial e a imprensa brasileira

A Primeira Guerra Mundial e a imprensa brasileira

Regular price $4.89 Sale

Um dos maiores conflitos da humanidade, que inaugurou a morte em escala industrial, não teve nem rádio, nem TV e muito menos Internet para contar a história. Quando estourou, a Primeira Guerra Mundial encontrou um planeta onde a única mídia disponível era a impressa. Jornais e revistas. Coube a esta imprensa, embrionária e pouco profissional, cobrir da forma que podia e conseguia o desenrolar das batalhas. No Brasil, que nem cem anos de nação livre tinha, a Grande Guerra foi percebida de uma forma quase romântica. Mergulhar nestes jornais, no estilo da escrita e na surpreendente isenção jornalística, apesar da afinidade cultural com um dos lados beligerantes, é o objetivo deste trabalho.