Futilidade da Novela - A Revolução Romanesca de Camilo Castelo Branco

Futilidade da Novela - A Revolução Romanesca de Camilo Castelo Branco

Regular price $8.27 Sale

Abel Barros Baptista

Baptista, Abel Barros, 1955- Futilidade da novela: a revolução romanesca de Camilo Castelo Branco/ Abel Barros Baptista. – Campinas, sp: Editora da Unicamp, 2012.

O livro propõe que Camilo Castelo Branco levou a cabo uma autêntica revolução na literatura portuguesa e estuda o modo como se tornou o seu primeiro romancista moderno, suplantando o romance histórico e as formas incipientes de narrativa de ficção romântica. O ensaio pretende mostrar que a experiência de Camilo nos jornais e na prática de gêneros menores foi decisiva para a construção de um novo tipo de discurso, separado das ideias correntes na época sobre o papel da literatura e das escolas literárias. A parte substancial do livro é ocupada com análises de obras-primas de Camilo como Amor de perdição, Memórias do cárcere, O romance dum homem rico, Novelas do Minho.