O terreiro e a cidade: a forma social negro-brasileira
O terreiro e a cidade: a forma social negro-brasileira
O terreiro e a cidade: a forma social negro-brasileira

O terreiro e a cidade: a forma social negro-brasileira

Regular price $7.20 Sale

A partir do terreiro como designação genérica para os lugares de culto afro-brasileiro, O Terreiro e a Cidade introduz a dimensão territorial no modo de elaboração da forma social negro-brasileira. A comunidade litúrgica é uma reconfiguração espacial das terras de origem da diáspora escrava africana. Ali, o pensamento é uma experiência indissociável do extraordinário, do culto às divindades, da poesia, da arte, mas também daquilo que o Ocidente antigo chamou de politeia – a governança do comum. A liturgia revela outra forma de poder, baseada no consenso quanto à relevância do sagrado. Esta obra ocupa uma posição singular no panorama dos estudos afro-brasileiros, por identificar a potência do culto afro ao próprio momento da vida. A ideia do eterno retorno assim se explicita: – O que retorna? – A vida, a vida retorna sempre, como vontade, poder, força. E retorna porque há sempre algo que escapa à resolução absoluta do mundo, à irreversibilidade da morte (Muniz Sodré).